Porque é que o meu filho não me obedece?

Uma criança dita saudável,  é autónoma e desenvolve comportamentos adaptativos nos primeiros anos de vida.

Pode não se tratar de desobediência mas de um comportamento normal fruto do desenvolvimento da autonomia de cada criança em certos casos.

O que dispara o alarme é quando a situação de desobediência se torna constante.

“Não mexas nisso. Não faças isso. Não me interrompas. Nao te sentes. Não vistas isso. Não vais ver televisão. Não fizeste os tpc’s? Já disse que não. Não não e não.”  E vamos por aí fora…

A questão não está na palavra não.  Está no uso da palavra não. Esta palavra entra em desgaste como a sola dos nossos sapatos.

É muito mais fácil dizer à Maria “não comas isso são quase horas de jantar”- A Maria vai fazer exactamente o contrário e vai comer o pacote todo de bolachas. Quem vai ganhar essa guerra?

E depois existe a questão do não do lado da mãe e o não do lado do pai. Muitas vezes não há um consenso no uso da palavra e eles sabem muito bem a quem recorrer.

Tentem conciliar o que acham importante implementar como regras e limites aos vossos filhos, JUNTOS. Experimentem mudar o sentido das frases para que a primeira palavra não seja sempre não:

Em vez de “Não vás ver televisão”, experimentem “Queres ir fazer umas bolachas para levares amanhã para a escola?”

Tentem incutir este espírito nas frases pequenas para que a primeira resposta não seja logo não.

O não deveria ser usado como os ingredientes da cozinha: com doses contadas à grama…

Advertisement

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s